quinta-feira, 18 de setembro de 2008

Floripa
Ilha da magia
Ilha de encantos, de lendas e mistérios
de sambaquis e praias de areias brancas
por ti me apaixonei e aqui fiz minha morada.
Teus fortes com canhões antigos
que guardam da guerra vestígios e segredos
conservam-se imunes ao peso do tempo.
Tuas lagoas de águas serenas e mar azul
onde os barcos navegam e as crianças brincam
com castelos de areia e mundos encantados.
Ilha dos contos de Franklin Cascaes
que dá vida a seres misteriosos:
boitatás, lobisomens, fantasmas.
Das bruxas que dão nós em crinas de cavalos
e que voam em suas vassouras mágicas
mar afora assombrando pescadores.
Ilha das tradicionais rendeiras e da velha figueira
do boi de mamão com sua maricota
de braços longos e pernas compridas.
De montanhas, praias e gaivotas
de brisa perfumada e sol dourado
de ondas que beijam com sal e espuma.
Onde em noites de eterna magia
reflete nas águas a forma da lua
que formosa brilha e se rende
aos encantos da ilha.

Um comentário:

  1. Fernanda Freitas5 de abril de 2009 10:58

    Simplesmente LINDAAA!!!
    A medida q foi lendo,m tocou mto, pois amo mto essa ilha, e um dia sonho poder fixar por ai!
    bjus Lou, parabéns, parabéns, parabéns,por esse lindo dom de escrever!

    ResponderExcluir

pétalas