segunda-feira, 5 de setembro de 2011


Eu sobrevivi ao temível agosto, finalmente chegou setembro e hoje o dia me recebeu com um lindo sol de sonrisal. Uau!!!
E é sempre assim, todo ano a mesma coisa.
Dias frios de um inverno que parece interminável.
Dores que se misturam, de pele, de alma, de anseios e de ossos que gelam.
Nada parece acalentar o frio que se instala.
Sempre me vi temendo o inverno e tremendo nas noites frias e nos dias gelados.
Quantos invernos já vi passar e nunca, nunca lembro de um que possa ter sido levemente ameno.
São cruéis e impiedosos e sempre trazem dores.
Mas hoje, especialmente hoje, neste dia de inicio de setembro eu já sinto os raios de sol em forma de promessas.
E quando chegar a primavera nascerão flores dentro de mim e sentirei o perfume dos ipês-amarelos que povoarão as ruas de minha imaginação.

Lou Witt

9 comentários:

  1. Este texto já vem colorindo os caminhos para que a primavera se instale. O cheiro dos ipês amarelos espalha-se durante toda a leitura. Parabéns pelo post. Um abraço!!!

    ResponderExcluir
  2. Olá menina.
    Seu texto está lindo, mas amo o inverno. Flores primaveris para você.
    Bjux

    ResponderExcluir
  3. "Se te amas a ti mesmo,
    ama os outros do mesmo modo.
    Enquanto amares uma única pessoa menos do que a ti mesmo,
    não te conseguirás amar a ti mesmo."

    (Meister Eckhart)

    Beijos & Flores.......M@ria

    ResponderExcluir
  4. O inverno está no fim e a primavera volta. Gostei do seu blog. Um abraço, Yayá.

    ResponderExcluir
  5. "... E descobri que não tenho um dia-a-dia.
    É uma vida-a-vida. E que a vida é
    sobrenatural."

    Clarice Lispector

    Beijos & Flores! M@ria

    ResponderExcluir
  6. Obrigada pela visita e carinho de todos!!!

    ResponderExcluir
  7. Queria que voce seguisse a Campnha pela Paz !
    vou seguir teu blog...

    Abraços

    ResponderExcluir
  8. Campanha pela Paz esta também no facebook

    ResponderExcluir
  9. lindo poema.Onde consigo uma cópia daquele "Reconstruir" que está no CEPON?

    ResponderExcluir

pétalas